JEC/Krona Futsal ressalta ano impecável em 2017 como inspiração para a temporada

Time catarinense vive boa fase no ano onde  busca o bicampeonato da Liga Nacional

Foto: Gabriela Bittencourt

No país da bola o que não falta são esportes utilizados por ela, como exemplo o futsal, uma modalidade adaptada do futebol de campo para dentro das quadras. Por ser um jogo muito rápido e dinâmico, ganha notoriedade através de jogadas surreais e lances incríveis. No Brasil, o JEC/Krona futsal é um dos times mais fortes, sempre fazendo boas campanhas e conquistando títulos de grande expressão.

Assim como em 2017, o time tricolor começou muito bem o ano de 2018, apresentando boas sequências de resultados na principal competição do país, a Liga Nacional de Futsal. A equipe está invicta e na liderança da LNF com um jogo a menos e, nesse ano, foi vice-campeão da Libertadores. Em sua última partida pela Liga, o JEC/Krona recebeu em casa o Blumenau, em um clássico catarinense.

Líder da LNF

O jogo contra o Blumenau começou intenso e com pressão do time visitante. Logo nos minutos iniciais e embalado pela torcida presente no Centreventos Cau Hansen, o tricolor abriu o placar em um contra-ataque rápido puxado por Thiaguinho que tocou para Bruno que com muita categoria deslocou o goleiro Ivan com um chute no canto direito, 1 a 0 JEC/Krona. Nos minutos seguintes, o time do Vale do Itajaí se arriscou mais e conseguiu uma finalização na trave, deixando o jogo mais emocionante até o apito final da primeira etapa.

Já no segundo tempo, o Joinville continuou mandando no jogo e criando boas jogadas. Num bate rebate próximo a área, a bola sobrou para o camisa 10 Bruno, que novamente mandou a bola para o fundo das redes, abrindo mais um gol de diferença, JEC 2 a 0. Com a derrota parcial por 2 a 0 a equipe do Blumenau buscou ainda mais o ataque com o goleiro-linha, e assim descontou o placar com um gol de fora da área do goleiro Ivan, 2 a 1.

Após o gol do Blumenau, o jogo ficou tenso, os dois times reclamaram com a arbitragem por causa de algumas faltas. Nervosa, a equipe do Blumenau recebeu alguns cartões amarelos e estourou seu número de faltas, dando um tiro livre para o tricolor. Na cobrança, Bruno Iacovino fechou o placar em 3 a 1, decretando a vitória ao tricolor que assumiu a liderança da Liga Nacional de Futsal com um jogo a menos.

Autor de grandes defesas no jogo, o goleiro William considerou um jogo difícil, pois segundo ele, a equipe do Blumenau é muito bem treinada pelo técnico Xande. “No segundo tempo entramos melhor, conseguimos fazer nosso jogo, aproveitar os erros do adversário e fazer os gols”, avaliou.

O capitão e fixo do JEC/Krona Leco, afirma que o jogo foi equilibrado do começo ao fim. Segundo o capitão, no início o tricolor teve dificuldade em entender a proposta tática defensiva da equipe do Blumenau, a partir do momento que a equipe assimilou a proposta conseguiu criar mais chances e conquistar a vitória. “O resultado foi justo pelo que a nossa equipe jogou”, afirmou.

Contratado neste ano para reforçar o tricolor o pivô Genaro falou que a equipe conquistou uma boa vitória num jogo difícil, visto que, o adversário também vinha bem na competição. “Foi um jogo bem apertado digno de um clássico catarinense, mas soubemos ser efetivos e fazer os gols na hora certa”, contou.

O ala Gabriel Penezio considerou a vitória da equipe como muito importante, visto que o time  vem em uma sequência muito boa invicto no campeonato. “Vamos levar essa sequência boa para a Copa do Brasil que é muito importante pra gente e continuar trabalhando que esse é o segredo  das coisas darem certo”, disse.

Confira os gols da vitória do JEC/Krona contra o Blumenau.

2017 e o legado tricolor

O ano de 2017 foi mágico para o JEC/Krona. Com uma campanha impecável no ano, a equipe joinvilense conseguiu o título da Taça Brasil, além do tão sonhado título de campeão da Liga Nacional de Futsal (LNF), competição que o time tricolor ainda não havia conquistado. Para completar o ano majestoso de 2017, a equipe conquistou o título estadual. No embalo das duas conquistas e da recente participação na libertadores deste ano, quando o tricolor foi vice-campeão perdendo para o Carlos Barbosa na final, o time começou este ano com mais uma boa campanha na Liga Nacional de Futsal.

Foto: Juliano Schmidt

As conquistas de 2017 fizeram com que o JEC/Krona ficasse conhecido como o rei das coroas, visto que, a equipe conquistou todos os títulos que disputou, entre eles a Liga Nacional de Futsal, tendo o segundo melhor ataque da competição com 74 gols e a Taça Brasil, os dois campeonatos nacionais mais importantes do futsal brasileiro.

Autor de três gols na final contra a equipe do Assoeva, inclusive do gol do título o ala Jackson Samurai conta que estava muito confiante que a equipe poderia fazer um ano muito bom e presentear a torcida e a cidade de Joinville com esse grande título. Segundo ele, a equipe vinha se preparando muito bem e o time estava muito forte no campeonato, principalmente nos jogos em casa. “Graças a Deus eu tive a felicidade de fazer os três gols na decisão, acho que foi muito do treinamento que a gente fez durante o ano todo que se acarretou nestes gols num momento tão importante, no momento que a equipe mais precisava”.

Importante para a conquista da Liga Nacional e da Taça Brasil, o goleiro William conseguiu sua titularidade no ano passado durante a disputa da Taça Brasil. Apesar do pouco tempo como goleiro titular do JEC/Krona, o goleiro foi importantíssimo para as conquistas do ano passado, com defesas incríveis, trazendo segurança para a meta tricolor o arqueiro fez excelentes defesas, principalmente nos jogos decisivos, ajudando o time a fazer história conquistando um título inédito, a Liga Nacional. “2017 foi um ano especial, principalmente pra mim, porque foi meu primeiro ano como titular e a gente conseguiu um título de expressão assim. Acho que é a liga mais difícil do planeta e a gente conseguiu terminar o ano com chave de ouro”.

O técnico do JEC/Krona, Vander Iacovino se emociona ao relembrar o título da liga no ano passado. Segundo ele, a conquista dos dois principais títulos do futsal brasileiro (Liga Nacional e Taça Brasil) vieram para coroar um trabalho iniciado em 2016 com a montagem do elenco. “São coisas indescritíveis, principalmente a liga nacional que era um título tão almejado pela cidade. Eu que já tinha passado por aqui em 2006 e em 2007, tive uma coisa muito significativa e muito especial, parecia até uma coisa que você está destinado a essa conquista, porque eu fui terceiro em 2006 e segundo em 2007, então a gente buscou muito esse título e conseguimos conquistá-lo no ano passado, foi muito emocionante”, emocionou-se.

Confira abaixo trechos da entrevista com alguns jogadores do JEC/Krona futsal.

Técnico Vander Iacovino:

Foto: Maykon Lammerhirt – A Notícia

“São coisas indescritíveis, principalmente a liga nacional que era um título tão almejado pela cidade. Eu que já tinha passado por aqui em 2006/2007, tive uma coisa muito significativa e muito especial, parecia até uma coisa que você está destinado a essa conquista, então a gente buscou muito esse título e lógico que foi um momento especial. E a taça Brasil também que veio pra coroar todo um trabalho que se iniciou em 2016 com a montagem dessa equipe que foi colher os frutos em 2017 conquistando todas as competições que a gente participou.

Jackson Samurai:

Foto: Vítor Kortmann JEC

“Fizemos um bom jogo em Venâncio Soares no primeiro da final, merecíamos ter saído com a vitória em Venâncio, mas devido às dificuldades que encontramos no jogo quanto da quadra que a gente sentiu muito conseguimos sair com um bom resultado (Empate) pra trazer para dentro de casa. Sabíamos que a gente era muito forte desde o começo do ano. A gente sabia que poderia fazer um feito muito grande para a cidade de Joinville e foi o que aconteceu. Sabíamos que eramos fortes e conseguimos conquistar o título. Sobre fazer os três gols na decisão, nem nos melhores sonhos a gente imaginava que podia ser assim, graças a Deus eu tive a felicidade de fazer os três gols na decisão, acho que foi muito do treinamento que fizemos durante o ano todo que se acarretou nestes gols num momento tão importante no momento que a equipe mais precisava. Mais importante ainda o terceiro gol que foi na prorrogação, estávamos sofrendo um pouco na prorrogação e eu tirei uma da cartola e consegui fazer o gol, mas acho que uma das coisas mais fundamentais foi o treinamento no ano todo.”

Leco:

Foto: LNF

“Todos nós estávamos muito ansiosos por esse momento de conquistar um título de Liga Nacional pelo JEC e eu não tinha dúvidas nunca tive que esse dia iria chegar pelo trabalho que é feito aqui, pelo profissionalismo das pessoas que gerem esse projeto, esse momento chegou em 2017 de uma forma muito especial, um grupo muito bacana de se trabalhar com pessoas totalmente dedicadas no objetivo e certamente foi esse profissionalismo essa dedicação essa entrega que nos levaram ao título. Chegar em jogos decisivos e você conseguir se destacar num grupo qualificado como é o nosso, eu também fico muito feliz por isso por marcar gols decisivos. Isso tem acontecido com frequência na minha carreira. Eu me preparo muito pra esses jogos, pois nesses jogos importantes você tem que apresentar algo a mais além da tática e da técnica, tem que colocar um pouco mais de paixão de coração e isso às vezes resulta em gol e eu fico feliz que isso tenha acontecido pra poder ajudar minha equipe a chegar numa final e ser campeão da Liga Nacional.”

 

William:

Foto: JEC

“Então ano passado foi um ano muito especial tanto pro clube de parte profissional e pessoal para mim porque foi um ano onde consegui a titularidade na equipe no começo do ano pela taça Brasil, onde conseguimos o título eu consegui ter uma sequência muito boa durante o ano até o final, onde conquistamos o título inédito da Liga Nacional. Foi um título que o Joinville precisava há muito tempo, já tinha um investimento muito grande há muito tempo e ano passado a gente conseguiu esse grande feito e especialmente pra mim foi uma coisa muito especial porque foi meu primeiro ano como titular e a gente conseguindo um título de expressão assim. Acho que é a liga mais difícil do planeta e a gente conseguiu esse título que premiou nosso ano, depois ainda teve o título estadual que foi o último que a gente conquistou no ano passado. Então foi uma emoção o ginásio lotado, eu to aqui em Joinville desde 2013 até alguns anos atrás era Krona Futsal e a gente sentia falta da torcida não tinha esse calor da torcida e com essa inclusão do JEC no projeto o ginásio voltou a bombar. E ano passado, a final da liga nacional foi um negócio espetacular, esse Cau Hansen estava fervendo e o jogo emocionante do jeito que foi um ano especial e ainda a gente conseguiu o título, então foi uma coisa muito especial tanto pra cidade que buscava e queria isso a muito tempo quanto pra nós no clube que fechamos o ano com chave de ouro.  A expectativa para este ano é muito boa, pois começamos muito bem na liga nacional e na copa do Brasil, estamos disputando três competições ao mesmo tempo Liga Nacional, Copa do Brasil e Estadual. A expectativa é a melhor possível, a gente tá conseguindo encaixar apesar das mudanças que foram feitas no elenco. A gente teve muitos jogadores do ano passado que saíram e a gente está conseguindo encaixar muito cedo e isso é muito importante.”

Reportagem: Ana Flávia, Camila Campos, Destiny Goulart, Gabriela Bittencourt, Vinícius Leonardo e Viktória Rodrigues.
Conteúdo produzido para o Primeira Pauta Digital | Disciplina Jornalismo Digital II
5º Fase | 2018

1 thought on “JEC/Krona Futsal ressalta ano impecável em 2017 como inspiração para a temporada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *